terça-feira, 18 de julho de 2017

Inquérito de Verão

O céu está encoberto de um cinza uniforme e a luz, difusa, faz os contornos das coisas parecerem em ebulição. Não sei meta o cão de pêlo pardo no carro, ponha o Intermezzo de Mascagni nas colunas de alta fidelidade e vá dar uma volta de mar ao fundo, ou se fique aqui embrenhado nos Almada Negreiros?

15 comentários:

  1. Ler o Almada ao cão com o mar em plano de fundo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tivesse a minha Capitã dado essa ordem mais cedo e assim teria sido.

      Eliminar
  2. desde que não meta o intermezzo no almada e atire o cão ao mar enquanto o mascagni jura alta fidelidade nas colunas...olhe, ebulua...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ana, ainda vem que veio. Estive agora mesmo com o Outono e as suas cores já desenham caminhos.

      Eliminar
  3. Ummm. Era pegar numa bicicleta e ir ver as vistas. Sabe bem assim com o fresquinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E Fiodor? Ia sentado de lado no quadro? :)

      Eliminar
    2. Não sei qual o tamanho de Fiodor, mas podia ir no cesto assim como o livro, ou então a correr ao lado da bike. Não? :)

      Eliminar
    3. A minha bicla não tem cesto. Além de que duvido que Fiodor animal de porte médio lá se mantivesse quieto. :)

      Eliminar
  4. Deixe o Almada para as longas noites de Inverno, Impontual.
    Meta-se no carro com o cão de pêlo pardo, coloque lá então, a sua Cavalaria Rusticana a toda a brida, e vá admirar o mar, esse belo mar que tanto nos fascina...

    Agradeço o abraço e envio outro. Ainda vai a tempo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre a tempo. Aliás um abraço não tem tempo. Aliás, o tempo é circular. Ultimamente nem reparo se é Inverno ou Verão.

      Eliminar
  5. O Almada já não está entre os vivos. Não se chateará se o deixar para outra altura!

    :)

    ResponderEliminar
  6. eu ficava com o Intermezzo de Mascagni e era rapariga para me perder nuns livros de fotografia.

    ResponderEliminar